Mês: maio 2016

Desista de aprender inglês

Me dê dois parágrafos. Eu explico. Garanto já duas coisas: que não é o que você está pensando, e que você vai concordar comigo que é mesmo melhor desistir de aprender inglês.

Todo mundo faz coaching, mas só a Cristina faz conectação

Antes de parecer presunção escrever um título na terceira pessoa, explico: tenho me deparado com uma infinidade de pessoas que se autointitulam coach – ou, por equivoco, “coaching”, uma vez que a primeira palavra representa o profissional e a segunda, a prática. Apropriam-se, enfim, de um termo amplamente utilizado nos últimos anos e que, na …

Todo mundo faz coaching, mas só a Cristina faz conectação Leia mais »

Novas palavras para descrever novos tempos

A língua muda o tempo todo, pela óbvia razão de que vivemos situações novas e diferentes a cada dia. E nessa dinâmica diária, temos uma relação de dependência mútua com nossa língua: com ela realizamos e construímos o relato da nossa vida, dia após dia, para nós e para os outros.