O que todo mundo tem de saber sobre a pronúncia do inglês brasileiro

Recent Contents

Dicas de pronúncia

Já parou para pensar que tem um motivo para isso? Que “porque é difícil” não é motivo suficiente e não explica nada – e que uma explicação existe, sim?

Veja as dicas a seguir:

Cada língua tem um sistema de pronúncia próprio. Quando não conhecemos as diferenças entre os sistemas das línguas, levamos para a outra língua, que mal conhecemos, práticas e jeitos de dizer as coisas que não são próprios dela e que interferem na maneira como nos entendem (ou, por isso mesmo, não entendem).

“Não consigo entender inglês” é problema para muita gente. Poucos sabem, porém, que não conseguir entender tem a ver com não saber pronunciar. Quem pronuncia certo, ouve certo.

A pronúncia de um idioma será a “mesma” para todos os seus usuários, considerados de acordo com sua região (no caso de falantes nativos). As pessoas da Califórnia ou Nova Zelândia ou Escócia compartilham, em suas diferentes comunidades, o mesmo jeito de falar inglês (sotaque). Mas com todas as particularidades de cada comunidade, existe uma universalidade, um padrão básico de características sonoras da língua que não muda e do qual depende a boa compreensão da mesma.

Para melhorar a pronúncia é preciso pronunciar. Repetir, repetir, repetir. Imitar, imitar, imitar.

Em inglês as sílabas das palavras não são divididas como em português. O que orienta sua separação é a forma de pronunciar e não as combinações das letras. Veja abaixo como o Webster separa as silabas de management e secretary. Não são as sílabas como nós as conhecemos!

E por fim, algo que você deve sempre lembrar: aplicar atenção ao que estamos fazendo é fundamental. Repetir sem prestar atenção é inútil. Assim como é inútil agir mecanicamente na vida – inútil no sentido de que a vida, mecanicamente, não é vivida, senão apenas passamos por ela – também é inútil repetir mecanicamente e sem prestar atenção ao que acontece.

Consciência serve pra tudo. It is the one “thing” that fits all… Por que que para aprender a pronúncia do inglês seria diferente? A atenção deve estar presente para gerar consciência, que por sua vez faz a prática ter sentido.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.